Você não precisa ter vergonha dos seus braços e, muito menos, receio de acenar com um “tchau” para alguém! A lipolaser dos braços é uma excelente alternativa para eliminar o excesso de gordura e melhorar a flacidez da região dos braços, o que costuma incomodar bastante. O procedimento é adequado para quem tem gordura localizada nos braços associada a flacidez, porém sem excesso de pele nessa região. A técnica consiste em uma lipoaspiração com uso do laser que além de retirar o excesso de gordura localizada nessa região também trata a flacidez.

Saiba mais sobre esse e outros procedimentos cirúrgicos, pelo telefone: (15) 3229- 0209 ou WhatsApp: (15) 98178-8887.

A resposta para essa pergunta é sim! Após cirurgias, incluindo as plásticas, fios podem ser vistos em maior quantidade no travesseiro, banheiro ou escova. Os cabelos podem parecer mais finos e ralos, mas não é esperado se observar falhas grandes. Um fator comum que desencadeia o efeito é o estresse cirúrgico. Também chamada de eflúvio telógeno, a queda de cabelo reversível após um evento estressante acontece, pois, quando o corpo passa por um procedimento, como a cirurgia, ele aumenta a produção de um hormônio chamado cortisol, considerado o hormônio do estresse. Quando em maior quantidade no nosso organismo, ele impede que nutrientes responsáveis pelo nascimento e crescimento dos fios cheguem até o cabelo, causando a queda. Infelizmente, toda cirurgia envolve algum estresse, sendo importante tentar minimizá-lo. Sugestões, como reservar um tempo do dia para relaxar e se exercitar, participando de atividades que diminuam a tensão, podem ser muito úteis. A queda de cabelo costuma acontecer logo após a cirurgia. Em casos específicos, pode ser evitada se, segundo recomendação médica, o paciente tomar suplementos antes da cirurgia para aumentar a oferta de nutrientes necessários para o cabelo, podendo utilizá-los até que os fios voltem ao normal.

Você pode saber mais a respeito, pelo telefone: (15) 3229-0209 ou WhatsApp: (15) 98178-8887.

Elas costumam incomodar um pouquinho, mas os benefícios do uso da cinta modeladora pós-cirúrgica são inúmeros! Acompanhe:

Saiba mais, entrando em contato conosco pelo
telefone: (15) 3229-0209 ou, se preferir, envie um WhatsApp: (15) 98178-8887.

Se você deseja realizar um procedimento estético, mas ainda tem receio, não se culpe, nem se cobre! A indecisão é comum nesses casos e a melhor forma de eliminá-la é estar bem informado, não se sentir pressionado e tirar todas as dúvidas que estejam rondando seus pensamentos. Para tanto, procure um médico cirurgião plástico que tenha boas referências, transmita confiança e possua registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). O primeiro passo é ter uma conversa franca e direta com o especialista e, sem nenhuma vergonha, perguntar sobre tudo o que ainda não está claro, mesmo que você ache que pode ser uma pergunta “boba”. Esclareça com o médico sobre os exames necessários, as recomendações no pré-operatório, o tempo de internação, a anestesia, o período de recuperação, os cuidados no pós-operatório, a cicatriz, etc. Com essas informações resolvidas, organize-se financeiramente e, então, agende uma data para a realização do procedimento, de acordo com as suas preferências e a disponibilidade do cirurgião plástico e sua equipe. É importante escolher uma data que possibilite tempo suficiente para um pós-cirúrgico adequado, respeitando os prazos de repouso indicados pelo médico. Da, é só curtir o resultado!

Fale conosco pelo telefone: (15)
3229-0209 ou, se preferir, envie um WhatsApp: (15) 98178-8887.

A redução das mamas, seja por incômodo estético ou funcional, este último quando as pacientes sofrem com dores nas costas, é desejada por muitas mulheres, que acabam recorrendo à mamoplastia redutora. Trata-se da cirurgia plástica que retira o excesso de gordura e tecido glandular dos seios, remodelando a região mamária e tornando-a proporcional ao corpo. Porém, uma dúvida recorrente no meu consultório é se as mamas podem voltar a crescer após o procedimento? Caso haja aumento de peso corporal considerável, a resposta é SIM, já que parte delas é constituída por gordura e, com os quilinhos a mais, pode resultar no aumento de tecido adiposo na região. Por isso, é tão importante planejar muito bem qualquer tipo de cirurgia plástica, além de manter uma rotina diária saudável, incluindo uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos, sempre seguindo as instruções médicas pós-cirúrgicas, para garantir o resultado mais satisfatório.

Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco, pelo telefone: (15) 3229-0209 ou WhatsApp: (15) 98178-8887.

 

 

O nariz desempenha função importante também na composição da harmonia e beleza facial. Alterações da forma, como proeminência do dorso nasal e a ponta nasal caída ou muito arredondada, estão entre as queixas mais frequentes dos pacientes no meu consultório. O conhecimento detalhado da #anatomia do nariz é um dos componentes fundamentais para o sucesso de uma rinoplastia, ou cirurgia do nariz. Esta parte do rosto é composta, basicamente, por componentes ósseos e cartilaginosos, que devem seguir uma proporção que harmonize com a estrutura facial de cada paciente.

A técnica da rinoplastia objetiva alcançar uma coesão estética, por meio da adequação do tamanho, do formato e da posição do nariz, ainda preservando e melhorando a função respiratória, quando indicado. Por ser realizada em uma região delicada, exige cuidados específicos para uma recuperação pós-cirurgica tranquila, como permanecer em repouso pelo tempo recomendado pelo médico, mantendo a cabeça elevada e não se expor ao sol.Quanto ao inchaço, é preciso ter certa paciência, pois a reabsorção do edema no nariz costuma ser um pouco mais lenta.

Mas, diferentemente do que a maioria das pessoas imagina, o desconforto após a cirurgia é mínimo e não há grandes dificuldades para respirar. Já, o resultado tão desejado começa a ser mais evidente, em média, dois meses depois da cirurgia, quando grande parte do inchaço já regrediu.

Para mais informações sobre o procedimento, entre em contato conosco pelo telefone: (15) 3229-0209 ou WhatsApp]: (15) 98178-8887.

Como médica especialista em cirurgia plástica e profissional atuante na área, defendo que todo excesso é prejudicial à saúde e, com a beleza, não seria diferente! Acredito que uma cirurgia plástica deva ser feita para corrigir um aspecto ou alteração que incomoda de fato e, com isso, elevar a autoestima da pessoa, mas não apenas para satisfazer a procura incessante pela estética. A busca pela perfeição, aliás, pode se tornar uma obsessão e atingir proporções impensáveis para alguns. Muito almejamos afinar ou arrebitar o nariz, aumentar ou reduzir os seios, acabar com as marquinhas de expressão, mas o exagero surge quando o que deveria significar a melhoria da qualidade devida torna-se, justamente, o oposto. O mundo está cheio de exemplos de pessoas – famosas e desconhecidas – marcadas pelos excessos de cirurgias. Pessoas que perderam a sua identidade única e o senso estético, muitas vezes, sem receber a devida orientação profissional sobre isso. O Brasil é líder mundial em cirurgias plásticas, segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) e, com isso, é extremamente importante falar sobre a dismorfofobia, também chamada de transtorno dismórfico corporal (TDC), um distúrbio psicológico que tem como característica uma preocupação excessiva com algum defeito inexistente na aparência física da pessoa que sofre com a doença. Geralmente, essa condição se desenvolve na fase da #adolescência, tanto nos meninos, quanto nas meninas, podendo estar relacionado às várias fases de transformações que ocorrem no organismo nesse período, mas o transtorno também pode acometer adultos, especialmente as mulheres. Da parte dos pacientes, é preciso ter consciência e procurar a opinião de médicos cirurgiões especialistas e membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e, por parte dos profissionais, ética para dizer NÃO, quando um procedimento significa ultrapassar os limites do aceitável.

Não fique com dúvidas! Informe-se pelo telefone: (15) 3229-0209 ou WhatsApp: (15) 98178- 8887.

Uma das dúvidas de quem deseja colocar #próteses de silicone é pensar que, depois de algum tempo, será necessário realizar a troca dos implantes. Mas você sabe como funciona o procedimento de troca? Antes de tudo, desde a primeira cirurgia para aumento das mamas com implante de silicone, na década de 60, as técnicas e os materiais evoluíram demais, permitindo que as próteses sejam muito mais modernas, seguras e duradouras.

Veja os sinais que indicam que está na hora de trocar uma prótese:

Além desses, a troca do silicone também pode ser indicada quando a paciente sofre uma grande mudança em seu contorno corporal, como engordar e emagrecer (grandes oscilações de peso) ou engravidar, fatores que podem levar à flacidez e ao excesso de pele. A cirurgia de troca da prótese de silicone, em geral, é parecida com aquela para colocar o implante. Em alguns casos, é possível, até mesmo, realizar o procedimento a partir da cicatriz anterior. Porém, em casos onde há flacidez de pele, o cirurgião plástico pode indicar a mastopexia para remover esse excesso e remodelar a mama, resultando em uma cicatriz que pode ser em formato de “T” invertido. Quanto à recuperação pós-operatória da troca dos implantes, costuma ser mais rápida do que da primeira, inclusive podendo apresentar um desconforto menor. Apesar disso, é necessário seguir à risca as recomendações médicas, como: tomar todas as medicações prescritas, fazer repouso, usar o sutiã pós-cirúrgico, dormir de barriga para cima e evitar movimentos bruscos com os braços pelo período indicado pelo médico especialista, além de não se expor ao #sol, enquanto houver hematoma e inchaço.

Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais a respeito? Entre em contato conosco, pelo telefone : (15) 3229-0209 ou WhatsApp: (15) 98178-8887.

Você provavelmente já ouviu falar sobre as cirurgias plásticas que demandam certo tempo no pós-operatório, fazendo com que, muitas vezes, a pessoa tenha que se afastar de suas atividades rotineiras, como trabalho e estudo.  Mas você sabia que existem procedimentos cirúrgicos que permitem que se volte à rotina no dia seguinte?! E mais ainda: a maioria é realizada com anestesia local, com ou sem necessidade de sedação e em esquema de hospital-dia. Conheça alguns deles: Lipo do mento: a lipoaspiração da papada pode ser a solução, se a pessoa apresenta acúmulo de gordura na região e se sente incomodada com a aparência. A incisão é feita abaixo do queixo, para que a gordurinha seja aspirada.

Redução de asas nasais: é a cirurgia plástica para corrigir o tamanho e a forma das narinas, a fim de deixá-las mais harmônicas em relação aos demais traços faciais. O procedimento cirúrgico dura de 30 a 45 minutos, sendo realizado por meio de duas pequenas incisões que ficam escondidas no sulco (dobrinha) da asa nasal.

Minilipo: trata-se da lipoaspiração de pequenas concentrações de gordura, como na região das axilas, papada, joelhos ou Monte de Vênus (acima do púbis), deixando marquinhas em áreas discretas e que tenderão a desaparecer.

Correção de aréolas das mamas: procedimento indicado para a redução das aréolas muito largas ou caídas, com duração de menos de uma hora e de recuperação simples, quando realizado de forma isolada. A cirurgia consiste, basicamente, na remoção de pele em torno da aréola, com pequenas incisões em sua borda ou na base do mamilo.

Redução de mamilos: cirurgia que corrige as desproporções entre o comprimento e o diâmetro dos mamilos, melhorando sua estética. Também relativamente simples, quando feita isoladamente, levando em torno de 35 a 40 minutos.

Quer saber mais sobre as #cirurgias plásticas de recuperação rápida? Entre em contato conosco, pelo telefone: (15) 3229-0209 ou WhatsApp: (15) 98178-8887.

Procedimento combina duas ou mais cirurgias plásticas de uma vez, apresentando recuperação simultânea e resultados otimizados.

As transformações sofridas pelo corpo após uma ou mais gestações dificilmente desaparecem sem deixar vestígios. Estrias, gordura localizada e flacidez nas mamas e no abdome pelo crescimento durante a gestação e amamentação, podem causar desconforto nas mulheres, que buscam, cada vez mais, recursos para eliminar estes incômodos.

Um dos procedimentos estéticos que vem ganhando popularidade no combate a este desconforto é o “Mommy Makeover”, como conta Dra. Roberta Barros, cirurgiã plástica da clínica Ápice Medicina Integrada. “Este procedimento está sendo cada vez mais procurado pelas mulheres que já foram mães e não desejam mais engravidar. São duas cirurgias simultâneas, que visam intervir nas regiões das mamas e do abdome para rejuvenescer o corpo”, explica.

A especialista revela que uma das vantagens em combinar mais de um procedimento está na recuperação. “Quando combinamos mais de uma cirurgia, os resultados costumar ser ainda mais visíveis, pois ocorrem de maneira simultânea, além disso, o tempo de recuperação é otimizado, levando em torno de três semanas, pois é feita apenas em uma internação e um procedimento”, comenta.

Embora possua diversas vantagens, o procedimento demanda ainda mais cuidados. “É preciso ter mais cautela e obedecer a critérios de segurança rigorosos para não expor o paciente a riscos. Isso só é possível quando existe uma equipe preparada e habituada a realizar esses procedimentos em conjunto, para que a cirurgia não seja longa demais e seja segura para o paciente”, complementa a especialista.

Os procedimentos realizados durante o “Mommy Makeover” incluem: mamoplastia, abdominoplastia e eventualmente, lipoaspiração e lipoescultura. “A mamoplastia visa levantar e melhorar a aparência dos seios, seja com a remoção de tecido ou com a implantação de próteses de silicone. Já a abdominoplastia retira excesso de pele da região do abdome. Frequentemente é associada à lipoaspiração e lipoescultura, que retiram o excesso de gordura localizada e modelam o corpo”, detalha a cirurgiã.

Assim como qualquer cirurgia plástica, a “Mommy Makeover” exige disciplina e cuidados por parte da paciente. “Nenhuma cirurgia plástica termina com a alta hospitalar. É preciso seguir cuidados, realizar o pós-operatório seguindo à risca as orientações médicas”, conclui Dra. Roberta.

A Ápice Medicina Integrada, fica na Rua Eulália Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba (SP). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202, pelo site: apice.med.br ou pelo Facebook: facebook.com/apicemedicinasorocaba